Buscar
  • Luciana Novaes

Xô Ansiedade!

Estar tranquila envolve alguns fatores como uma mudança de pensamentos e atitudes do nosso dia a dia. Quando ficamos ansiosas perdemos coisas boas do presente, se preocupando com um futuro que pode nem vir a acontecer.


E é muito fácil a ansiedade tomar conta do nosso equilíbrio. Eu entendo a sua dor.

Quando se está grávida, acontece um ansiedade ao pensar em como será o parto, se estará tudo tranquilo no hospital, se o médico não terá nenhum problema nesse dia ou se o bebê nascerá saudável.

Se tenho filho, uma ansiedade quanto ao seu futuro pode tomar conta da mente e me deixar preocupada com doenças, escolas e outras atividades da criança.

Ás vezes, é o trabalho que gera essa ansiedade: prazos, cobranças, será que darei conta de tudo? Vão perceber que estou esgotada? Estão mandando gente embora, será que eu também passarei por isso?


Infelizmente, não podemos adivinhar o futuro. E tentar manter uma certa tranquilidade é parar com essa preocupação excessiva, deixando que as coisas sigam o seu curso natural. E como fazer isso? Vou te ajudar com algumas dicas:


Faça uma coisa de cada vez

Entenda que você tem sua limitação e tentar resolver várias coisas ao mesmo tempo é um ótimo caminho para que a ansiedade tome conta de tudo! Priorize e cheque o que é mais relevante, organize por ordem de prioridade as pendências e vá finalizando cada coisa, uma por vez.

Mantenha seu ambiente de trabalho ou sua casa (hoje a nossa casa também está sendo o ambiente de trabalho, e isso pode ser estressante) organizado e, de preferência, não acumule objetos ou tarefas. Isso ajuda a não gerar ansiedade com arrumações desnecessárias.


Momentos essenciais

Como está a sua saúde? Quando você fez seu último exame?

E a alimentação? Que tal conversar comigo sobre o que você está comendo, ter dicas de como manter uma rotina saudável? Sabia que existem vários alimentos que podem ser utilizados para aumentar a sensação de relaxamento? Vou te dar alguns mais abaixo.

Escolha uma atividade que nada tenha a ver com o seu trabalho ou suas preocupações. Leia uma revista de moda, teste uma receita na cozinha, assista um programa de tv ou um filme. Tire um tempo para ser só seu.


Não se cobre tanto!

Não fique se julgando, não se olhe pelo olhar dos outros, procure se sentir mais livre. Tem algo para fazer? Ok, procure fazer da melhor maneira possível. Não conseguiu terminar? Sempre haverá mais um dia para uma nova tentativa. Tinha prazo? renegocie o seu prazo. Não vai poder fazer isso? Aprenda a pedir ajuda.

Compreender os limites físicos e mentais é fundamental para se entender que certas situações podem estar fora do seu controle. Ao se fazer isso, você mostra respeito por quem você é e estabelecerá limites mais saudáveis tanto para a sua saúde física quanto a mental.

Imprevistos e frustrações

Já ouviu a frase que "o futuro a Deus pertence"? Pois é, não adianta tentar programar 100% da sua vida porque coisas acontecem, e é preciso compreender a possibilidade de que eventos, positivos ou negativos, fazem parte da vida. Ao entender que imprevistos fazem parte da vida, você terá um controle maior sobre suas expectativas, e evitará se sentir frustrada.


Saiba dizer não!

Gente, como isso é difícil né? São tantos motivos que nos levam a aceitar situações que de cara sabemos que não irão nos fazer bem. Seja por competição, medo de falhar ou receio de desagradar, saímos aceitando tudo que nos é proposto. Sabe qual o resultado disso? acúmulo de atividades, o que intensifica ainda mais os sintomas. Saber dizer não e importante, para que se evite situações de estresse futuro e culpa.


Falhar não é errado

O medo de errar gera grande ansiedade, e faz com que, muitas vezes, tentamos evitar a todo custo realizar atividades diferentes por medo do fracasso. Entenda que, mesmo que você faça o seu melhor, falhar é uma possibilidade e faz parte do processo.


Aceite os limites

Compreender os limites físicos e mentais é fundamental para se entender que certas situações estão fora do seu controle. Ao se fazer isso, você terá mais respeito por quem é e estabelecerá limites mais saudáveis tanto para a sua saúde física quanto a mental.

Como diminuir a ansiedade?

Um forma de controlar a ansiedade é cuidando da alimentação. Alguns alimentos se tornam aliados nessa busca:

  • Frutas cítricas: laranja, limão, morango, abacaxi, kiwi, são ricos em vitamina C, que auxilia para baixar o cortisol, um hormônio que é liberado em resposta ao estresse e aumenta a ansiedade. Controlando ele, aumenta a sensação de bem estar.

  • Cúrcuma: fonte de curcumina, um poderoso antioxidante, com propriedades anti-inflamatórias, ajuda a combater a ansiedade.

  • Peixes, linhaça e chia: alimentos que são fontes ômega-3 são excelentes, porque esse nutriente age como um antidepressivo natural.

  • Maracujá: pode não parecer, mas essa fruta tem sim um efeito calmante (vindo da passiflorina), de ajudar no relaxamento e trazer bem-estar. Muita gente acha que não funciona porque espera que ela funcione como um sonífero, mas relaxar e se sentir bem é diferente de sentir sono.

  • Ovo: a gema do ovo é rica em vitamina D, colina e triptofano. Esses nutrientes auxiliam a regular o humor, o sono, a memória e o comportamento.


O mais importante: se você sente que não está bem, procure ajuda. Não deixe que os problemas de saúde possam tirar sua paz interior.

11 visualizações

Rua Santo Afonso, 44, Sala 801, Tijuca

Rio de Janeiro, RJ, CEP 20511-170

(21) 97677-5190

(21) 2254-8186

Me encontre nas redes sociais.

  • WhatsApp
  • Instagram
  • YouTube
  • Facebook
  • LinkedIn

luciananovaes.com © 2014  Todos os direitos reservados   .   por Nutri Learn