Buscar
  • Luciana Novaes

Congelamento Pode Deixar Sua Vida Mais Prática


Você já pensou em congelar a comida? Congelar os alimentos é uma forma prática de evitar o desperdício de comida e deixar dia vida na cozinha mais prática. E existem coisas que são mais tranquilas e outras que dão um pouquinho de trabalho ou preguiça e por isso deixamos de fazer, eu sei. Então, vamos agilizar nossa vida, deixando o arroz, feijão, os legumes e frutas já prontos para serem consumidos ou usados nas preparações. Só que existe um modo correto de se fazer, para que se mantenha o sabor e a textura dos alimentos. Alguns pontos são importantes para garantir isso:


Tempo e temperatura O ideal é que o seu congelador esteja com a temperatura entre -15 oC e -22 oC. Congelar ajuda o alimento a durar mais tempo, apesar dele não eliminar as bactérias, serve para diminuir bastante a capacidade de reprodução desses microrganismos. Por isso, alimentos congelados duram mais. Mas, Se ele for descongelado não poderá ser congelado novamente. Alimentos congelados duram em média 3 meses. Se for congelar vários potinhos, coloque uma etiqueta para identificar o que está dentro de cada um e quando aquele alimento foi congelado.


Pré-preparo dos vegetais Parar para lavar, descascar e cozinhar os legumes e verduras, depois de um dia inteiro de trabalho, é algo que se torna muito cansativo. E acabamos caindo na cilada de ligar para um local e pedir comida pronta. Então, porque não tirar um único dia da semana e já deixar tudo meio caminho andado?

Os vegetais mais firmes, que possuem pouca água, como brócolis, couve-flor, milho fresco debulhado (sem espiga), ervilha fresca, cenoura, vagem e até couve podem ser congelados, mas precisam passar pelo branqueamento: essa técnica consiste em colocar o alimento cortado e descascado (conforme o caso) por 2 a 4 minutos em água fervente e, em seguida, mergulhá-lo em água gelada e com gelo pelo mesmo tempo para parar o cozimento. Isso ajuda a manter a cor, o sabor e a textura. Retire o alimento da água gelada e congele em porções individuais.


Como descongelar

Legumes: retire do congelador um dia antes e deixe na geladeira ou então descongele na hora, no vapor, e tempere como preferir.

Frutas: se estiverem maduras, podem sair direto do congelador para o liquidificador e entrar no preparo de vitaminas e smoothies.

Em outros casos, porém, você precisará descongelar os alimentos antes de usá-los. O melhor sempre será retirar o alimento do congelador e deixar descongelar na geladeira. Arroz e vegetais: podem ser descongelados no vapor na hora que for consumir.


Forminha para ervas

E para que comprar temperos de saquinhos? Que tal deixar sua prórpria combinação já pronta de ervas, que dão um toque a mais em qualquer prato. Além de se comprar temperos secos e fazer uma misturinha para estar sempre a mão (chimichurri, alho, manjericão, orégano, cominho, pimenta, páprica, são algumas opções interessantes), que tal deixar pronto também temperos para refogados, já com azeite?

Coloque em forminhas de gelo ervas aromáticas frescas, como sálvia, tomilho, orégano e manjericão, todas picadas e preencha com azeite de oliva, por exemplo. Pronto, você já tem um tempero para começar refogando qualquer coisa. Um quadradinho desse salva qualquer prato.


Frutas maduras Fruta é algo que devemos comprar toda semana não é? Nem sempre. E comprar muito de uma única vez também estraga antes de comermos, não é? Só se você quiser!

Por que deixar a fruta estragar? Ou não ter fruta na geladeira todos os dias? Quase todas as frutas podem ser congeladas, exceção vai para frutas como melancia, que possuem muita água, e por isso, perdem o sabor e a textura depois de congelado. Mas, frutas como maçã, pêra, abacate, jaca, banana, manga, ficam perfeitas para serem consumidas depois de congeladas. Para congelar frutas, descasque e pique-as. Frutas como a maçã, devem ser misturadas com suco de limão para evitar que fiquem escuras. frutas mais cremosas, como a manga, devem ser colocados os pedaços em uma assadeira, congelados por 1 hora e só depois colocadas em potes ou saquinhos.


Porções e recipientes

É muito mais prático deixar o alimento separado em porções individuais. Para evitar o descongelamento de quantidades além do que será consumido. Lembre-se, depois de congelado um alimento não deve ser congelado novamente. As embalagens precisam ficar completamente fechadas. Pode ser saquinhos plásticos alimentares, como os ziplocks, potes de plástico (livres de BPA, uma substância que sai do plástico para o alimento) ou o melhor, potes de vidro com tampa que possam ser congelados. Nos potes de vidro deixe um espaço de um dedo entre o alimento e a tampa. Seladoras a vácuo ajudam a preservar ainda mais a qualidade do alimento, porque a retirada do ar também contribui para conservar os alimentos por mais tempo.


Dupla dinâmica: feijão e arroz Para leguminosas como o feijão, o segredo é cozinhá-las sem sal e sem temperos, que só serão colocados quando forem ser aquecidos, já descongelado. O arroz também pode ser congelado, melhor ainda se for o integral por ser mais firme. Cozinhe apenas com sal. Para descongelar, prefira fazer isso em banho-maria ou no vapor, para não correr o risco de deixá-lo empapado. Depois de aquecido, misture temperos como alho ou cebola desidratados. Vai parecer que você acabou de fazer.


Caldos e sopas Daqui a pouco o tempo começa a esfriar e nada como uma sopa quente. Também é uma ótima alternativa para quem não quer comer muito a noite. Aqui é a preparação mais fácil de ser congelada e descongelada, pois você pode deixar na geladeira de um dia para o outro ou levar direto para a panela e aquecer até descongelar toda. Porém, ao contrário dos alimentos mais sólidos, caldos e sopas duram até dois meses – mais do que isso, poderá ter alteração de sabor.


Pra resumir: 5 mandamentos do congelamento

  • Verifique a temperatura do congelador: ela deve estar entre -15ºC e-22ºC.

  • O alimento que for congelado deve estar em temperatura ambiente antes de ir para o congelador.

  • Legumes como brócolis, cenoura, couve-flor, vagem e até couve devem ser branqueados antes de serem congelados.

  • Fracione o alimento que for congelar, dividindo-o em potes ou saquinhos que acomodem até duas porções, pois, uma vez descongelado, o alimento não pode ser congelado novamente.

  • Não é recomendado congelar melancia, tofu, cogumelo fresco, tomate inteiro e folhas delicadas, como alface e rúcula, porque congelamento altera a estrutura desses alimentos, que têm muita água e acabam perdendo sabor.


#comidadeverdade #saúde #congelamento #praticidade

27 visualizações

Rua Santo Afonso, 44, Sala 801, Tijuca

Rio de Janeiro, RJ, CEP 20511-170

(21) 97677-5190

(21) 2254-8186

Me encontre nas redes sociais.

  • WhatsApp
  • Instagram
  • YouTube
  • Facebook
  • LinkedIn

luciananovaes.com © 2014  Todos os direitos reservados   .   por Nutri Learn