Poucas Horas de Sono e Infertilidade: Qual a Relação?

13/01/2020

 

Falamos sobre alimentação e atividade física e a importância para os casais que estão tentando engravidar. Mas, você sabia que o sono também pode influenciar? Sim, e isso também para o casal e não só para a futura mamãe.


Em um estudo feito por pesquisadores do Departamento de Epidemiologia da Universidade de Boston, que avaliou a quantidade de horas de sono, e foi associada à baixa fecundidade a homens que dormem menos de 6 horas por dia. O ideal são as 8 horas de sono e a cada hora a menos, há prejuízo para a saúde dos espermatozoides.

Outro estudo mais recente, feito na Dinamarca, pela Universidade de Aarhus, os pesquisadores apontam que o horário de ir dormir também influencia: homens que vão dormir entre 22h30 e 23h30 mostraram um aumento da produção de espermatozoides.

 

E por que isso acontece? A fertilidade é afetada pelo nível de stress e pela liberação de hormônios que acontece durante o sono. A privação de sono afeta o sistema imunológico, que passa a atacar os espermatozoides.

Pra fecharmos essa conversa, por agora, vimos como a alimentação, a atividade física e o sono podem ser um grande empecilho para casais que estão tentando engravidar. De qualquer modo, ter bons hábitos de saúde só trará benefícios para homens e mulheres, e se pode dar uma ajuda para a tão sonhado gravidez acontecer, isso se torna mais um motivo para colocar em prática uma vida mais saudável.

 

Artigo: Male sleep duration and fecundability in a North American preconception cohort studyWise, Lauren Anne et al.Fertility and Sterility, Volume 109, Issue 3, 453 - 459.

O artigo da Dinamarca, ainda não foi publicado, mas foi apresentado na Conferência da Sociedade Europeia de Reprodução e Embriologia Humana (ESHRE) em Viena.

 

 

Please reload

Rua Santo Afonso, 44, Sala 801, Tijuca

Rio de Janeiro, RJ, CEP 20511-170

(21) 2143-4599

(21) 2254-8186

(21) 99144-5442

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn

luciananovaes.com © 2014  Todos os direitos reservados.