Afinal, o Que é Gelatina?

29/02/2016

 

Todo mundo sabe o que é gelatina. Será que sabe mesmo?

 

Gelatina – Produto de origem animal, normalmente sendo obtido da pele do boi ou do porco, ou dos ossos desses animais. É feito um tratamento na matéria prima até ela se transformar em um produto que será usado pela indústria de alimento nas mais diversas formas e utilidades, como um doce, ou como o agente que dará firmeza para recheios, mousses e outras preparações.

 

Ágar-ágar – é um hidrocolóide retirado de algas vermelhas da classe Rodophyta. Também é muito utilizado na indústria de alimentos, tanto para formar um produto geleificante de origem vegetal, como também para dar firmeza nas preparações.

 

Tem pessoas que consomem gelatina achando que irão aumentar as fontes de colágeno, uma proteína de origem animal que dá firmeza e resistência à pele. Só que a gelatina industrializada (aquela colorida da caixinha) não é fonte adequada dessa proteína porque em 100g de gelatina encontra-se apenas 1g de colágeno aproximadamente, além de uma série de aditivos químicos. O ágar-ágar, por sua vez, não é fonte de colágeno já que é uma proteína de origem vegetal.

 

Muitos vegetarianos consomem a gelatina por desconhecerem que estão consumindo um produto de origem animal. Isso porque não é especificado que o pó para preparo de gelatina é de origem animal ou vegetal. Veja a diferença entre um rótulo no Brasil e um em Portugal, o qual informa na última linha "gelatina de origem suína":

 

 

Observando os rótulos, vocês já repararam nos ingredientes de uma caixinha de gelatina? Sempre há grande quantidade de açúcar e vários aditivos químicos. Um aditivo químico é qualquer ingrediente adicionado intencionalmente aos alimentos sem o propósito de nutrir, e sim com o objetivo de mudar as características daquele alimento: corantes, aromatizantes, acidulantes, para melhorar a aparência, o sabor e conservar o produto, entre outras coisas.

E esse é um produto com altas quantidades de aditivos, que normalmente é oferecido às crianças até com menos de 1 ano de idade. Alguns ainda fazem um apelo como  um  alimento desenvolvido especialmente para o público infantil. Veja esse exemplo: 

 

 

Ingredientes segundo o site do fabricante: Açúcar, ácido L-ascórbico (vitamina C), gelificante carragena, reguladores de acidez citrato de sódio e ácido fumárico, aromatizante, edulcorantes aspartame, ciclamato e sódio, acessulfame de potássio e sacarina sódica e corantes artificiais tartrazina e amarelo crepúsculo FCF.

 

Notem que é um produto que além de utilizar vários aditivos e 3 adoçantes artificiais, ele ainda leva açúcar! Como pode ser ainda orientado a criança e ser incentivado o seu consumo como um lanche escolar, como mostra o desenho da embalagem?

 

 

Ingredientes segundo o site do fabricante: Açúcar orgânico, gelatina, polpa de abacaxi, polpa de cenoura, vitaminas A, D, B1, B2, B6, Ferro, Zinco, reguladores de acidez ácido fumárico e citrato de sódio, aromatizante e corantes naturais cúrcuma e urucum.

 

Essa é uma versão melhorada do produto dizendo que foi "especialmente elaborada para quem busca uma alimentação saudável para os pequenos" (palavras do fabricante). O açúcar orgânico só me diz que não houve utilização de fertilizantes químicos, isso é bom, mas nutricionalmente ele pode ser como qualquer açúcar, nesse caso o orgânico está ali pra te induzir que é um alimento saudável (um açúcar demerara ou mascavo seria uma opção melhor) e apesar de utilizar polpa de vegetais e ser acrescido de vitaminas e corantes naturais, há 3 aditivos químicos que também podem contribuir para um processo alérgico.

 

Sem contar que as quantidades sempre são estabelecidas para:

E qual é a quantidade de kcal que você precisa? 2000 kcal é a quantidade de um adulto. E como fica o organismo de uma criança consumindo essa quantidade de açúcar e aditivos?

 

Acho que o importante na hora de se consumir esse tipo de produto (isso é produto, não é alimento) é que tenhamos consciência do que realmente estamos consumindo, sabendo que há escolhas melhores que podem ser feitas, principalmente para as crianças; não é por acaso que o número de produtos disponível para elas aumentou juntamente com os casos de alergias e intolerâncias alimentares. Pense nisso, pense na sua saúde e na do seu filho.

 

Eu compartilhei com vocês uma maneira muito melhor de se fazer a gelatina, sem essa quantidade de aditivos e com um controle melhor na quantidade de açúcar utilizado, já que você é quem vai decidir se vai adoçar e como adoçar. Veja aqui a receita.

 

 

 

Please reload

Rua Santo Afonso, 44, Sala 801, Tijuca

Rio de Janeiro, RJ, CEP 20511-170

(21) 2143-4599

(21) 2254-8186

(21) 99144-5442

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn

luciananovaes.com © 2014  Todos os direitos reservados.